NL ODONTOLOGIA

NL ODONTOLOGIA
DR. NELSON LIMA

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

COBÉ: PRAÇA ABANDONADA

Cobé, distrito de Vera Cruz, distante 45 km de Natal, berço da economia da cidade, referência estadual na produção de farinha e derivados da mandioca, que antes era a "menina dos olhos" do poder público, parece que foi um pouco esquecido.

Nesta semana, algumas imagens de uma praça que fica no conjunto "Arisco" levaram a pensar no abandono do poder público. A dita praça, que dantes contava com brinquedos, bancos e era bem aconchegante, atualmente só serve com "lixeira", os brinquedos estão quebrados e/ou enferrujados, e o mato toma de conta, sem permitir que os moradores possam pelo menos sentar-se lá. Não possui a menor possibilidade de uso.

O prefeito Marcos Cabral, que em suas duas primeiras gestões mudou, literalmente, o aspecto de toda a cidade, parece que agora está mais "relaxado" sobre manter o patrimônio público, permitindo até, que sua reputação entre seus conterrâneos caia abruptamente, como vem ocorrendo ao longo desse ano. 

Seguem as imagens:









GRANDE CHUVA EM JUCURUTU

Nesta manhã, pela grande bondade de Deus, está chovendo no Seridó, mais especificamente na linda cidade de Jucurutu. Para alegria do sertanejo, a chuva chega num momento de extrema necessidade do seridoense que a muito padece com a seca. 

Segue o vídeo abaixo:


FONTE: EMANUELA GALVÃO

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

STJ: 468 MIL PARA "LANCHE DE QUALIDADE"

O Superior Tribunal de Justiça, o STJ, abriu licitação para contratar empresa para fornecer "lanche de qualidade" aos ministros por um ano. Além da incrível nomenclatura da licitação, o valor orçado é bem robusto, cerca de R$ 468 mil reais, que dá uma média mensal de 39 mil, e mais diluído entre os ministros daria cerca de R$1.300,00 só com lanche, fora almoço, jantar, caso necessite. 

O que também surpreende nessa licitação, é o fato da escolha dos produtos, inclusive não permitindo que "banana com manchas", e que o café seja expresso em cápsulas, ainda só aceitam da marca "ILLY – Iperespresso". Além disso, cada desembargador vai consumir, em média, 60 quilos de abacate por mês.

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

GUAMARÉ: UMA TERCEIRA VIA POLÍTICA ESTÁ NASCENDO OU É COISA DA MINHA CABEÇA?



- A instabilidade política de Guamaré é notória, e todo mundo sabe que há uma divisão na cidade entre "Bacurau" e "Laranja". Ter lado é até aceitável, defender ideais, mostrar projetos, debater os posicionamentos. Mas até onde isso é saudável à política municipal? E como isso pode beneficiar a cidade? Sabendo que cada um defende o seu "peixe", mesmo que isso custe o que custar. Vemos esses embates não só no campo da ideias, como também em brigas nas redes sociais, quando não, chegam às vias de fato.

- No sentido dessa famigerada divisão partidária - e não essencialmente política - Guamaré segue em dias de total descaso e descrédito social. O que não impediu, de determinado grupo de pessoas, insatisfeitas com a gestão e com a oposição, se reunirem e começarem a articular uma terceira via política na cidade. Claro e certo, que muitos que hoje ainda "suportam" se chamar de situação estão, nos bastidores, a lutar pela implementação desta nova vertente política guamareense. Assim também, alguns "oposicionistas" estão a refletir na hipótese de mudar o comportamento de pensar político. Os da situação estão extremamente chateados com o marasmo, ócio e calamidade que vive a administração atual, haja vista os inúmeros erros institucionais seguidos. E, para os contrários, o lamento se faz na omissão e letargia nas ações de tanta gente que poderia lutar por uma Guamaré bem melhor do que está atualmente.

- De pronto nesta nova via, parece que, reuniões bem consolidadas, acolhimento de ideias, e recepção de novos adeptos a cada dia estão ocorrendo com maior frequência. Um grupo que iniciou com apenas 3 idealizadores, já conta hoje com mais de 10 líderes, que por sua influência social, podem angariar mais 2 mil votos de imediato, mostrando o qual forte já se apresenta esse grupo.

- Com essa aproximação da possibilidade de novas eleições municipais, algumas perguntas não querem calar: HAVERÁ VIABILIDADE DESTA 3ª VIA CONCORRER NO PROCESSO ELEITORAL? A QUAL DOS GRUPOS POLÍTICOS ATUAIS A 3ª VIA PREJUDICARIA MAIS? SERÁ QUE ESTE GRUPO VEM PARA LIBERTAR GUAMARÉ DO PROSELITISMO PARTIDÁRIO? QUAL É REALMENTE A FORÇA DESTE GRUPO? E, ATÉ ONDE ELES PODEM CHEGAR? Ao responder estas perguntas, o leitor deve observar se essa terceira via política existe. Ou seria apenas coisa da minha cabeça? Responda quem for capaz!

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

EXTREMOZ: CADÊ O PODER PÚBLICO?

Resultado de imagem para bandeira de extremoz

Extremoz vive dias de total abandono. Tantos gestores passaram pela bela cidade, entretanto nada de grande envergadura foi feito, outrossim, o marasmo do poder público municipal cresceu alarmantemente. 

Atualmente, - mas isso já vem de muito tempo - as secretarias não exercem seu papel eficazmente, assim os serviços públicos essenciais vão capengando, fazendo o povo sofrer. Não há coleta de lixo regular, os serviços médicos nos postos de saúde e no hospital não são adequados, faltam medicamentos básicos, a infraestrutura básica que a cidade necessita só existe nos sonhos dos moradores, pois de efetivo só a falta de água em alguns bairros, a falta de iluminação em outros, e a escuridão de várias ruas, o que abre a oportunidade para assaltos, fato a cada dia mais constante na cidade.  

Ao que parece, não há tanta culpa na atual administração, haja vista o rombo deixado pelas anteriores. Entretanto, um ano já se passou e nada muito palpável melhorou na cidade. O povo não irá cobrar dos antigos gestores, o atual deverá responder sobre o que está acontecendo para não ocorrer o pleno funcionamento dos serviços públicos municipais, mas até agora nada se disse ou nada se sabe...  

Postagens mais visitadas