sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

MALAFAIA É INDICIADO PELA POLÍCIA FEDERAL

Resultado de imagem para Malafaia é indiciado
O pastor Silas Lima Malafaia foi indiciado pela Polícia Federal por lavagem de dinheiro e participação num esquema de corrupção ligado a royalties da mineração. Segundo documento da PF, Malafaia “se locupletou com valores de origem ilícita”.
Em 16 de dezembro, Malafaia havia sido alvo de condução coercitiva pela Operação Timóteo. O nome da operação se baseia em um dos livros do Novo Testamento da Bíblia, a primeira epístola a Timóteo. No capítulo 6, versículos 9 e 10, está escrito: "Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males". A Polícia Federal transcreveu o trecho na representação judicial que deu origem à operação. Pelo visto, para o delegado Leo Garrido de Salles Meira, autor do indiciamento, Silas Malafaia caiu em tentação. Agora, o pastor, proverbial arauto da moral e dos bons costumes, terá de explicar aos seus fiéis seguidores porque se dobrou aos pecados da carne.
Resultado de imagem para Malafaia é indiciado
A investigação detectou que um cheque do escritório de advocacia de Jader Pazinato, no valor de R$ 100 mil, foi depositado na conta de Malafaia. Pazinato, segundo a PF, teria recebido recursos ilícitos desviados de prefeituras e repassado propina, por isso também foi indiciado por corrupção ativa e peculato. O indiciamento significa que a autoridade policial encontrou elementos para caracterizar a ocorrência de crimes. Além de Malafaia, a PF indiciou outros 49 investigados, dentre eles o ex-diretor do DNPM Marco Antônio Valadares e Alberto Jatene, filho do governador do Pará, Simão Jatene.

FONTE: BRASIL 247

OPINIÃO: 
"Aquilo que o homem plantar, isso ele colherá!" Gálatas 6.7. Hoje, ao vermos o indiciamento de Malafaia, pastor evangélico, combatente incisivo contra o PT, Lula e a Presidenta Dilma, mostra o quanto de hipocrisia impera sobre o "reino" falacioso dos religiosos midiáticos. Malafaia, nunca me enganou. Ele que usa um tempo considerável no horário nobre em várias emissoras brasileiras e estrangeiras, usou plenamente seu espaço, que por ele dito era pra difundir o Evangelho, servia como base de afrontas políticas, ideológicas e proselitista aos seus anseios, desejos e pretensões políticas. A massa manipulável que ele possui, e que bancam suas ideologias absurdas e obscurantistas, é enorme, pois se não fosse não o teria permitido estar na TV por 30 anos. Entretanto, não esquecemos que ele falou que o ex-deputado Eduardo Cunha, cassado por corrupção e preso na operação Lava Jato, era o político mais honesto que ele conhecia, imagina o mais corrupto! Realmente, o texto bíblico citado logo acima é uma referência plena à práxis do pastor carioca. Pediu o indiciamento de Lula e Dilma, fez de Sergio Moro um "deus", agora colheu o que plantou, e sinceramente, vai lá em Curitiba, pedir ao seu "senhor" jurídico pra te aliviar a barra e deixar pra lá esse processo! Gritou nas ruas que os membros do PT eram corruptos, mas agora tu vai pro banco dos réus com a acunha de corrupto, que coincidência, hein? Tenham santa paciência, mas não uma "santa" benevolência com quem está errado!  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja respeitoso. Os comentários serão moderados, caso haja algum desrespeito serão excluídos.