sexta-feira, 30 de junho de 2017

GUAMARÉ: VEREADORA ELIANE GUEDES DESTINA 2 MILHÕES PARA CAPACITAÇÃO TURÍSTICA

A imagem pode conter: texto

A Vereadora Eliane Guedes (PV), propôs emendas ao Plano Pluri Anual visando capacitar mão-de-obra do setor turístico de Guamaré. Eliane, com esta proposição, fomenta uma melhor qualificação profissional aos que labutam em um dos setores mais promissores da cidade. Mas, neste ponto favorável à população, na Câmara houve uma votação apertada, 5 a 4, mostrando que alguns edis não possuem o menor compromisso com a geração de renda e qualificação profissional dos cidadãos guamareenses. Pois estes que votaram contra, certamente não desejam o progresso da cidade, tampouco a melhora da qualidade de vida da sociedade.

Vejam a seguir, texto de apresentação das emendas pela Vereadora Eliane Guedes: 

"Olá amigos e amigas!

Durante as discussões e votação do Plano Plurianual 2018-2021, nosso mandato apresentou emenda substitutiva que destina R$ 2.210.000,00 (Dois Milhões, Duzentos e Dez Mil Reais) para o programa MÃOS QUE TRABALHAM, que visa a capacitação e mão-de-obra turística no município de Guamaré. 

A proposta original, destinava apenas em torno 100 mil reais anuais para este programa, mas considerando o nosso potencial turístico e a necessidade de capacitar pessoas para atuarem neste setor, apresentamos esta emenda, pois temos a certeza que com a mão-de-obra qualificada, o Turismo em nosso município se consolidará como um dos pilares da economia local.

Agora é acompanhar e fiscalizar a execução deste orçamento por parte do poder executivo. Conto com todos vocês!"

O que vale ressaltar, portanto, é que Eliane, em seus primeiros 180 dias de mandato, já mostra o quão compromissada está com aqueles que nela confiaram uma cadeira no legislativo municipal.

LIMINAR AUMENTA VALOR DOS ROYALTIES DO RIO DE JANEIRO

Resultado de imagem para aumento dos royalties rj


Existem estados prediletos. É bem sabido da crise institucional e financeira do país, entretanto está ocorrendo uma separação visível entre os estados brasileiros. 

O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), deferiu liminar assegurando ao Estado do Rio de Janeiro o repasse dos valores relativos aos royalties do petróleo com a devida correção monetária. A decisão foi tomada na Ação Cível Originária (ACO) 2994, na qual o governo fluminense requer diferenças de correção monetária entre o dia em que a União recebe os royalties e o dia em que estes são repassados ao estado. No pedido, o governo do Rio de Janeiro alega urgência devido à situação de extrema dificuldade financeira por que passa, em parte causada pela própria queda na arrecadação dos royalties.
Citando a decisão do STF no Mandado de Segurança (MS) 24312, que considerou as receitas decorrentes da exploração de petróleo e gás natural como originárias dos entes federados, o ministro destacou que é devida a correção monetária pelo Banco Central no prazo reclamado: enquanto depositados os valores na Conta Única do Tesouro e até que cheguem aos cofres de estados e municípios. O relator observou que não há risco de prejuízo reverso à União diante do deferimento da liminar, uma vez que há a possibilidade de ajuste de contas em futuros repasses.
Assim, o ministro determinou a que as transferências dos valores referentes aos royalties e participações especiais devidos ao Estado do Rio de Janeiro sejam realizados, a partir da publicação da decisão liminar, com a inclusão da atualização a título de correção monetária.
Dar vantagens ao estado do Rio de Janeiro, que teve, por decisão monocrática, um aumento significativo no valor dos seus royalties, deixando bem divergentes as realidades dos demais estados produtores de petróleo. Ora, uma luta potiguar, que mantém e muito o Nordeste e o Norte com petróleo, que a muito não tem aumento nos royalties. Neste momento, o RN terá que se contentar com os valores defasados a mais de uma década.   

MARCO AURÉLIO DEVOLVE O MANDATO A AÉCIO NEVES

Resultado de imagem para AECIO SEM MANDATO CHARGE

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, revogou nesta sexta-feira, 30, a decisão do ministro Edson Fachin que afastou o senador Aécio Neves (PSDB) de suas funções; "Provejo o agravo para afastar as medidas consubstanciadas na suspensão do exercício de funções parlamentares ou de qualquer função pública, na proibição de contatar outro investigado ou réu no processo e na de ausentar-se do País, devolvendo ao agravante a situação jurídica que lhe foi proporcionada pelos eleitores no sufráfio universal", diz a decisão do ministro Marco Aurélio; em dias semanas, Aécio teve seu pedido de cassação arquivado no Conselho de Ética do Senado, viu a irmã e o primo serem libertados e seus inquéritos do STF ficarem com os ministros Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes. 

 O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, revogou nesta sexta-feira, 30, a decisão do ministro Edson Fachin que afastou o senador Aécio Neves (PSDB) de suas funções. 
"Provejo o agravo para afastar as medidas consubstanciadas na suspensão do exercício de funções parlamentares ou de qualquer função pública, na proibição de contatar outro investigado ou réu no processo e na de ausentar-se do País, devolvendo ao agravante a situação jurídica que lhe foi proporcionada pelos eleitores no sufráfio universal", diz a decisão do ministro Marco Aurélio. "Julgo predicado o agravo formalizado pelo Procurador-geral da República em que veiculado o pedido de implemento da prisão preventiva do agravante", acrescentou. 
Aécio havia sido afastado em maio por determinação do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, após a Operação Patmos, fase da Lava Jato baseada nas delação da JBS. A Procuradoria Geral da República apontou risco de o senador usar seu poder para atrapalhar as investigações e havia pedido a prisão de Aécio. No entanto, Fachin entendeu que a Constituição proibia a prisão do parlamentar e determinou o afastamento.
Como lembrou o jornalista Bernardo Mello Franco, em dias semanas, Aécio teve seu pedido de cassação arquivado no Conselho de Ética do Senado, viu a irmã e o primo serem libertados e seus inquéritos do STF ficarem com os ministros Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes. 
FONTE: 247 NOTÍCIAS

PEDIDO DE URGÊNCIA DA REFORMA TRABALHISTA SERÁ VOTADO NA PRÓXIMA SEMANA

Resultado de imagem para REFORMA TRABALHISTA CHARGE

A análise do pedido de urgência para votação da reforma trabalhista contida no PLC 38/2017 ficou para terça ou quarta-feira da próxima semana. A decisão foi tomada pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) na reunião deliberativa extraordinária da manhã desta quinta-feira (29).
O requerimento foi lido por Eunício, que consultou o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), se ele queria pôr em votação, mesmo diante do baixo quórum presente e diante do anúncio da oposição de obstruir e pedir o voto nominal. Além da urgência para a reforma trabalhista, sobre a mesa havia também um pedido semelhante para PLC 57/2017, sobre cancelamento de precatórios não sacados.
— São dois assuntos muito importantes, mas é patente a falta de quorum para votação nominal. Deixa para colocar na próxima sessão na próxima semana — avaliou Jucá.
O presidente Eunício se comprometeu com os oposicionistas a não colocar os dois requerimentos em votação nas próximas três reuniões de Plenário: da tarde desta quinta-feira, da manhã de sexta (30) e da tarde de segunda-feira (3/7).
— Para que ninguém tenha surpresa, mesmo com sessão deliberativa hoje à tarde, mas não vou levar a voto os dois requerimentos. Não esperem de mim qualquer tipo de posicionamento inadequado. Eu poderia não avisar que não colocaria e fazer aqui de tarde uma votação simbólica. Não farei isso em respeito ao Plenário e à oposição — afirmou.

Protestos

Na abertura da sessão, os senadores da oposição protestaram contra o agendamento de duas reuniões deliberativas do Plenário para o mesmo dia. Para eles, seria uma tentativa de acelerar a votação da reforma trabalhista.
A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), contrária à realização das duas sessões, se indignou quando ouviu do Presidente que as convocou  “por que queria”.
— Gostaria que mantivéssemos na sessão o mínimo de respeito, já estamos tirando direitos dos trabalhadores, rasgando a CLT, e vamos fazer isso dessa forma? No afronte, no acinte? — questionou.
Eunício se desculpou com a senadora e esclareceu ter agendado as duas sessões no mesmo dia para “desobstruir a pauta”, especialmente para votar as indicações de autoridades, como integrante do conselhos nacionais de Justiça e do Ministério Público, já sabatinados pela CCJ.
— As pessoas perguntam qual o motivo que a Presidência tem para não estar colocando os candidatos do CNJ, do CNMP [para votar] e muitos interpretam como sendo má vontade da Presidência, que não quer colocar esse ou aquele nome para ser votado, e não é exatamente isso — esclareceu.

FONTE: SENADO FEDERAL

ALIADOS DE TEMER QUEREM "SEPULTAR" DENÚNCIAS

Resultado de imagem para TEMER DENUNCIADO CHARGE

A Câmara dos Deputados deu celeridade nesta quinta-feira 29 aos procedimentos preliminares da análise da denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer, apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A rapidez indica a disposição da base aliada ao governo para manter o peemedebista no cargo apesar das denúncias.
A Câmara recebeu a denúncia na manhã desta quinta e, em uma sessão esvaziada, a deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) leu a petição de Rodrigo Janot. No documento, Janot busca conectar dois conjuntos de fatos para provar a culpa do presidente. O primeiro envolve a negociação da propina semanal feita entre representantes do grupo J&F, de Joesley Batista, e Rodrigo Rocha Loures(PMDB-PR), assessor de Temer. O segundo conjunto compõe o estreito relacionamento entre Loures e Temer. Para Janot, há evidências de que, ao pedir e receber propina, Loures estava atuando em nome de Temer.
Na sequência, a denúncia seguiu para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e Temer foi notificado. 


FONTE: CARTA CAPITAL

GOVERNADOR NOMEIA EX-PRESIDIÁRIO PARA CHEFE DE SETOR DO DETRAN

O Governador Robinson Faria, pelo uso de suas atribuições, nomeou um ex-presidiário como diretor de setor no DETRAN. Saiu ontem no Diário Oficial do Estado, a nomeação de Sidnei Nogueira de Carvalho ao cargo de Chefe de Grupo Auxiliar do Detran. Até então uma nomeação normal, claro se não fosse por um ponto: Sidnei é ex-presidiário e responde a diversos processos judiciais.

Eis o link e as imagens:

http://www.diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20170629&id_doc=576885






Sidnei que é neto de uma ex-vereadora de Mossoró, responde por diversos crimes, entre eles roubo, assassinato, e outros. Mesmo assim, o governador o nomeou a cargo comissionado, mostrando que ele, Robinson, é o governador da (in)segurança. Vergonhoso!

Neste sentido, as redes sociais caíram em cima. O assunto consumiu os ambientes virtuais. Por isso, ainda na noite de ontem (29), foi emitida uma nota oficial da governadoria:

"Boa noite a todos. A respeito da nomeação do Sr. SIDNEI NOGUEIRA DE CARVALHO para cargo no Detran, comunico a todos que tão logo se tomou conhecimento que o mesmo responde a Processos na Justiça Criminal foi determinada sua Exoneração que será publicada no próximo Diário Oficial."

Depois que escorregam, remediar não tem tanto valor!


quinta-feira, 29 de junho de 2017

ALEXANDRE GARCIA AFIRMA QUE CLT É IMPEDIMENTO AO EMPREGO NO BRASIL



- Sempre gostei de ouvir rádio. Tenho o hábito de ouvir muito rádio e assistir pouca TV. Entretanto, hoje, ouvi uma absurda frase de um, reconhecido por muitos, reconhecido jornalista brasileiro, Alexandre Garcia. Alexandre que trabalha na Globo, nos demais canais da rede, escreve artigos em revistas e jornais, agrediu à classe trabalhadora ao falar, direto de Brasília à 94 FM Natal, a seguinte afirmação: "A CLT é um impedimento ao emprego no Brasil!". 

- Ora, tal afirmação é agressiva e danosa. Nada que nos surpreenda, pois Garcia é de viés de direita, e grande prosélito das reformas infernais do governo Temer. Como compreender uma organização de direitos trabalhistas, conquistados com suor e sangue de muitos brasileiros, mantidos à duras penas, como impedimento ao surgimento de empregos no país? Não é a CLT a firme garantidora dos direitos trabalhistas? O que impede o crescimento do número de pessoas empregadas não é a legislação, e sim os desmandos e despautério deste governo ilegítimo, mantidos debaixo de acordos e conchavos políticos.

- Seria muito bom, que o jornalista pudesse reverter seu equívoco, assim sendo, para melhorar sua reputação junto à classe trabalhadora. O trabalhador brasileiro carece de respeito! O trabalhador luta contra as reformas absurdas, não por mero desconforto partidário, mas a luta se faz para garantir a permanência de direitos tão essenciais ao trabalhador e sua família.

CÂMARA LÊ DENÚNCIA CONTRA TEMER

Neste exato momento, lê-se denúncia contra Michel Temer na Câmara dos Deputados. Infelizmente, a leitura já é tendenciosa, pois é feita por aliada do Presidente. 

A SERVIDÃO VOLUNTÁRIA CONTEMPORÂNEA É INFORMAR AO MUNDO O QUE CONSUMIMOS PELAS REDES

Resultado de imagem para CONSUMISMO DIGITAL

Com base no livro “Discurso sobre a servidão voluntária”, o professor Leandro Karnal traçou um paralelo entre os ensinamentos de Étienne la Boétie e o período atual. Hitler não teve acesso à quantidade de informações que hoje qualquer central de telefonia tem hoje. Somos o que Étienne temeu: uma sociedade feliz com tiranos no controle.
A violência não garante o controle. Segundo a vontade do estado, é preciso que as pessoas concordem e gostem de ser controladas. O exemplo da servidão voluntária contemporânea é informar ao mundo o que consumimos pelas redes sociais. “Ninguém me obrigou a dar essa informação, mas eu dou”. Francis Bacon dizia que conhecimento é poder.
Ser livre nos torna responsáveis por nossas escolhas. Por isso, casamentos arranjados raramente dão errado: nada espera-se deles. A liberdade é responsabilidade: quanto mais ofereço chance de as pessoas escolherem, mais angustiadas elas ficam. As escolhas nos tornam sujeitos, mas também objetos. O impulso de ser um sujeito por uma escolha nos tornam também objetos do consumo.
A servidão, por sua vez, pode ser uma zona mais confortável que a liberdade. Boétie falou sobre o incômodo da liberdade séculos antes de Sartre. Os tiranos precisam de assessores. Precisam de um grupo que os apoie. Quanto mais sou oprimido, mais eu tiranizo também. Assim os tiranos se multiplicam. Cada um pisa naqueles que é possível. O mais subserviente dos gerentes é aquele que pisa no faxineiro.
Sejam resolutos em não servir e vocês serão livres. A função do estado é ser tirano. Precisamos pensar na nossa liberdade diante deste estado e parar de seguir gurus de moda, de comportamento, de gastronomia.

Mário Sergio Cortella

EM 1987, DÓRIA SUGERIU USAR A SECA COMO ATRAÇÃO TURÍSTICA

Resultado de imagem para DORIA CHARGE

Em 1987, enquanto era presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), o hoje prefeito de São Paulo, João Doria Jr. (PSDB), propôs reduzir a verba para obras de irrigação no Nordeste e transformar a seca na Caatinga em ponto turístico. Naquele ano, o Nordeste enfrentava uma dura estiagem que motivou até mesmo uma CPI no Congresso sobre o tema.
A proposta de Doria foi feita em 30 de junho de 1987, durante visita a Fortaleza, onde se encontrou com o então governador do Ceará, Tasso Jereissati, hoje seu colega de partido, e dezenas de empresários locais.
“A Caatinga nordestina poderia ser um ponto de visitação turística e gerar uma fonte de renda para a população sofrida da área, respeitando as características culturais e humanas da população, sem exploração da miséria”, disse Doria segundo a reportagem “Doria Jr. propõe que a seca vire atração turística”, publicada pelo jornal O Globo de 1º de julho de 1987.
De acordo com a publicação, Doria deu duas justificativas para a proposta. A primeira era que os brasileiros tinham o direito de conhecer “a riqueza e a pobreza do Brasil”. A segunda era a suposta maior eficiência da indústria do turismo em comparação com as obras de irrigação no Nordeste.


FONTE:  CARTA CAPITAL

REFUGIADAS: CONGOLESA ENCONTRA O MARIDO EM SÃO PAULO

Sylvie

Loba malembe, loba malembe. A advogada Sylvie Mutiene, 36, repetiu tantas vezes essa frase para seus dois filhos pequenos, de 4 e 2 anos, durante os 45 dias em que permaneceram no navio, que dois meses depois de desembarcarem no Brasil, eles ainda observavam a orientação da mãe e só falavam com ela aos cochichos. Loba malembe, no idioma Lingala, uma das línguas bantus que, além do francês, é falada na República Democrática do Congo, quer dizer "fala baixinho". 

O pedido, sempre sussurrado, tinha como predicado o medo. Sylvie viajava clandestinamente num cargueiro e dizia aos filhos que eles poderiam ser jogados ao mar caso fossem descobertos. Não era exagero de mãe e pelo menos dois casos no Brasil sustentam seu temor. Em 2003, por exemplo, seis homens que vinham escondidos da Guiné foram jogados ao mar na costa pernambucana pela tripulação de um navio chinês. Todos foram salvos por outro barco.  Em 2012, um navio de bandeira maltesa ficou detido no porto de Paranaguá, no Paraná, porque a tripulação lançou ao mar um jovem camaronês descoberto na embarcação. Resgatado por outro navio, o rapaz denunciou o caso. Para fugir dos homens do presidente congolês, Joseph Kabila, Sylvie decidiu correr o risco. 

No poder desde 2001, Kabila, que deveria ter deixado a presidência em dezembro de 2016, fez sucessivas manobras para permanecer no cargo, inclusive uma frustrada tentativa de alterar a constituição para garantir-lhe um terceiro mandato. A população não aceitou e foi às ruas protestar pela sua saída e por novas eleições. Entre os manifestantes frequentes estava Jean De Dieu, diretor de finanças de uma empresa de serviços financeiros e marido de Sylvie. "Ele sabia que era perigoso, mas sempre me dizia 'se você não cuida da política a política cuida de você' e ia participar dos protestos", conta. 

Numa manifestação contra a ida do então presidente da França, François Hollande, à capital Kinshasa, para participar da 14a Reunião da Francofonia, que reúne 77 países de língua francesa, em outubro 2012, De Dieu caiu nas mãos da polícia e a vida de Sylvie começou a desmoronar. A oposição ao presidente congolês via na realização do encontro e na ida de Hollande ao país uma oportunidade para Kabila se fortalecer politicamente e foi às ruas protestar. 

Nenhum dos lados conquistou plenamente seus objetivos. Entre mortes, torturas e outros abusos por parte do governo, o evento acabou acontecendo, mas Kabila teve que ouvir um discurso de Hollande defendendo a democracia, as liberdades individuais e o direito de um povo eleger seus dirigentes situação e dizer que ainda havia realidades inaceitáveis no Congo.


FONTE: 

FACHIN ENVIA DENÚNCIA À CÂMARA

Resultado de imagem para FACHIN ENVIA DENUNCIA⁠⁠⁠

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu na tarde desta quarta-feira enviar diretamente para a Câmara dos Deputados a denúncia contra o presidente Michel Temer para que os parlamentares decidam se autorizam ou não o julgamento do recebimento da acusação criminal.
Assim que denunciou Temer na segunda-feira à noite, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, havia pedido a concessão de um prazo de 15 dias para que o presidente apresentasse um defesa prévia no STF.
"A Câmara dos Deputados realiza um juízo predominantemente político de admissibilidade da acusação, enquanto compete ao Supremo Tribunal Federal um juízo técnico-jurídico", afirma Fachin em sua decisão. "O juízo político a ser efetivado pela Câmara dos Deputados, deve preceder à análise jurídica por parte do Supremo Tribunal Federal, porque, como visto, assim o determina a correta interpretação da Carta Magna."
A decisão do ministro vai na linha do que pretendia o Palácio do Planalto, porque deve acelerar uma manifestação dos deputados sobre a acusação. O governo acredita ter apoio suficiente para barrar o julgamento pelo STF e que resolver o assunto o quanto antes.
Fachin decidiu comunicar à presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, para que remeta o pedido de autorização para a Câmara. Caberá a ela encaminhar a acusação para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para que o pedido seja avaliado.


FONTE:  REUTERS BR

quarta-feira, 28 de junho de 2017

DÓRIA MOSTRA CTPS, MAS NÃO MOSTRA CONTRATO DE TRABALHO



O prefeito de São Paulo, João Dóris (PSDB), recentemente, se dizendo responder ao ex-presidente Lula, mostrou sua carteira de trabalho.

Dória, mostrou sua carteira de trabalho em vídeo que percorreu a internet. Entretanto, toda a ênfase do vídeo se esvaziou de crédito, quando, discretamente, o prefeito não mostrou sequer um dos contratos de trabalho talhados em sua carteira. 

Evidentemente, filho de rico, ele milionário, não precisaria trabalhar de carteira assinada. Precisaria sim, arrecadar os milhões que ele ganha, sem precisar comprovações trabalhistas. Isso não é ilegal. Mas, se ele possui uma ética, uma moral, uma honestidade além dos padrões, qual era o problema de mostrar os contratos de trabalho? 

Autodeclarado tão honesto, não deveria andar com Aécio, Temer, Serra, todos jogados na lama da Operação Lava-Jato. Pois estas companhias o qualificariam bem diferente do que ele se declara.

Mas essa é o que chamam de "direita brasileira", que infelizmente só fala, nada faz. Que só especula e nada prova. Que esconde e não se expõe. POBRE DIREITA, QUE NUNCA FOI TÃO ERRADA COMO ESTÁ!

RENAN CALHEIROS CHAMA HENRIQUE ALVES DE CHEFE DE QUADRILHA

O Senador Renan Calheiros (PMDB-AL) chamou o ex-deputado Henrique Alves de "Chefe de Quadrilha". Na última sessão do Senado Federal, uma discussão intensa foi o auge na casa. Os Senadores Renan Calheiros e Garibaldi Alves (PMDB-RN), debateram intensamente. Tudo por causa de Henrique Alves, preso na Operação Manus da Polícia Federal, que foi acusado por Renan de chefiar uma quadrilha organizada, e defendido ferozmente por Garibaldi.

Escute o áudio: 


POLÍCIA FEDERAL SUSPENDE EMISSÃO DE PASSAPORTE

Resultado de imagem para NOVO PASSAPORTE

A Polícia Federal suspendeu a partir da noite de terça-feira a emissão de novos passaportes em decorrência de insuficiência do orçamento destinado às atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem.
De acordo com a PF, chegou ao limite o gasto previsto na lei orçamentária da União para o serviço, o que não significa que há uma insuficiência financeira, mas sim um limite orçamentário.
A PF acrescentou que as pessoas que foram atendidas nos postos de emissão de passaporte até terça-feira receberão seus documentos normalmente, mas que não há previsão para entrega dos passaportes solicitados a partir dessa data.

"A Polícia Federal acompanha atentamente a situação junto ao governo federal para o restabelecimento completo do serviço", acrescentou a PF.

FONTE: REUTERS BR

terça-feira, 27 de junho de 2017

DEPENDE DA INTERPRETAÇÃO DE QUEM LÊ?

Resultado de imagem para mal fala, mal ouve e mal ve

Incrivelmente, interpretar textos é algo bem distante da educação brasileira. Em regra, toda criança alfabetizada deveria aprender e exercer a interpretação, embora todos os esforços dos professores, interpretar bem está muito longe da realidade educacional do Brasil. 

Os erros de interpretação são mais presentes na atualidade do que se imagina. Bom seria que todos tivessem essa habilidade, e assim diminuiria muito as confusões interpretativas na sociedade. 

Logicamente, interpretar carece de cuidado, e acima de tudo, de uma atenção enorme ao que se busca entender. Este sofrimento se dá em virtude do abandono à leitura. Já falara o escritor Monteiro Lobato, que "quem mal lê, mal fala, mal ouve e mal vê". Claro, a leitura é a fonte de libertação da ignorância, por sua vez, clareia os passos daqueles que buscam o aprendizado. 

No que diz sobre à interpretação, não se pode afirmar que isso dependerá daquele que lê o que fora escrito, outrossim, dependerá do que realmente está explícito no texto. Quem escreve deve ter um foco, uma ideia a expor, uma informação, um contexto coerente. Logo, quando se faz diferente, abre portas a qualquer investida de equívocos interpretativos, que mancham o teor desejado pelo autor, empobrecendo o valor do texto.

Por exemplo, quando alguém chega e olha um texto, onde se fala de uma mulher que não quer "largar o osso da prefeitura", o que se entende? Qual é a mensagem do autor? Qual a sua real intenção? Primeiro, o autor está chamando essa mulher de "cachorra", logo por esta não querer "soltar o osso", atitude normal entre os cães famintos. Ora, é comparar uma pessoa a um animal diretamente. Segundo, mostra que existe algo corruptível nessa prefeitura. Mostra que existe algo "ilegal", que alguém deve se apegar desordenadamente. Algo sorrateiro. Seria uma maneira de expor a corrupção ativa desta prefeitura? É uma forma de dizer que a pessoa é um objeto, que se pode ser comprado? Que "osso" tão desejado é esse? Será que isso é uma forma de acusar quem não se rende aos caprichos desta prefeitura? Só existe uma coisa que não tem no texto: RESPEITO! Pensadores medíocres, criam textos medíocres. 

Quem sabe o que diz, não precisa ficar à mercê da DEPENDÊNCIA DA INTERPRETAÇÃO DAQUELE QUE LÊ!

ANTES DE SER PRESO, FÁBIO ASSUMPÇÃO ARRUMA CONFUSÃO EM HOSPITAL



A confusão do ator Fábio Assumpção da Globo ainda está rendendo. Vídeo exclusivo mostra como o ator estava fora si, certamente pelo uso de drogas ilícitas, dentro do hospital Municipal de Arcoverde/PE. Assim, os funcionários não tiveram outra coisa a fazer, e tiveram que chamar a polícia para o controlar.




É CÔMICO, TRAFICO JAMAIS!

Pra rir um pouco...

No Brasil tudo vai "bem". O Ministro da Agricultura plantando Maconha. Lógica perfeita!

É cômico, tráfico jamais!

segunda-feira, 26 de junho de 2017

TEMER É DENUNCIADO NO STF



O Procurador Geral da República Rodrigo Janot, acaba de oferecer denúncia contra o Presidente Michel Temer por corrupção passiva e obstrução da justiça. 

Segundo Janot, Temer aproveitou sua condição de chefe de governo, e usou de toda a sua influência a cessar qualquer fala, e/ou ato do ex-deputado Eduardo Cunha. Tudo isso com intermédio de Roucha Loures junto aos irmãos Batista do grupo JBS. 

Com a denúncia em mãos, o Ministro Edson Fachin remeterá à Câmara para saber se o processo será autorizado, haja vista o presidente, para responder a este tipo de processo, possuir esta prerrogativa. Se a ação penal for aberta, Temer se torna réu no STF, podendo ser condenado ou absolvido.

Aguarda-se as próximas cenas...

CONJUNTO JOÃO PEDRO FILHO NO ESCURO



O conjunto João Pedro Filho em Baixa do Meio está no escuro. Os moradores do conjunto estão sofrendo com as ruas escuras, tornando muito esquisito e, de certa forma, perigoso transitar por lá. 

Depois de diversas solicitações à prefeitura, que diga-se de passagem nesse sentido sempre os atendeu, a comunidade cansou de ver o serviço resolvido num dia, porém no outro a escuridão tomando conta de tudo. O que se percebe é que o defeito está além das lâmpadas queimadas, tornamos a dizer, que sempre são trocadas pela secretaria responsável. Onde está a raiz do problema? Seria culpa da vulnerabilidade da rede elétrica? A instalação dos postes está errada? É preciso olhar com melhor atenção, para não ficar jogando dinheiro fora em serviços paliativos, que não surtem o efeito desejado.

A população solicita a quem de direito a resolução deste problema que os incomoda a muito tempo. E que seja rápido!

LULA SEGUE EM 1° EM PESQUISA DATAFOLHA

Resultado de imagem para LULA LIDERA PESQUISA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) manteve a liderança nas intenções de voto para a eleição presidencial de 2018 com 30 por cento da preferência do eleitorado, à frente da ex-ministra Marina Silva (Rede) e do deputado Jair Bolsonaro (PSC), que aparecem empatados com 15 por cento, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira.
Em cenário tendo o prefeito de São Paulo, João Doria, como candidato do PSDB, Lula passou de 31 por cento em abril para os atuais 30 por cento, enquanto Bolsonaro foi de 13 por cento para 15 e Marina saiu de 16 para os mesmos 15 por cento. O tucano aparece em quarto lugar, com 10 por cento, um ponto acima do levantamento anterior.
Lula também alcança os 30 por cento de preferência do eleitorado quando o governador paulista, Geraldo Alckmin, substitui Doria como concorrente do PSDB. Nesse cenário, Bolsonaro fica um ponto à frente de Marina, 16 a 15 por cento, e o tucano aparece com 8 pontos. Bolsonaro sobe ante os 5 por cento de levantamento realizado em dezembro de 2015, enquanto Marina cai dos 24 por cento que possuía.
Em simulações para o 2º turno, Lula vence Alckmin (45 a 32 por cento), Doria (45 a 34) e Bolsonaro (45 a 32), mas empata com Marina (40 a 40), de acordo com o Datafolha. Em uma eventual disputa entre Marina e Bolsonaro, a ex-ministra venceria por 49 a 27 por cento.
Apesar da liderança nas intenções de voto, Lula também aparece em primeiro lugar na lista das maiores rejeições, com 46 por cento, seguido por Alckmin (34) e Bolsonaro (30).

A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 21 e 23 de junho, com 2.771 pessoas, em 194 cidades. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

FONTE: REUTERS BR

PM ENCONTRA TORNOZELEIRA QUEBRADA

Tornozeleiras possuem GPS para determinar a localização dos apenados (Foto: Divulgação/Sejuc)

Um homem condenado pela Justiça foi detido neste sábado (24), em Natal, após uma abordagem da Polícia Militar que constatou que estava foragido. A tornozeleira eletrônica que ele deveria usar por cumprir pena domiciliar monitorada foi encontrada quebrada na sua casa, no bairro dos Guarapes, zona Oeste da capital.
O foragido foi encontrado por policiais do 9º Batalhão da Polícia Militar na rua Tiradentes, no mesmo bairro, ainda durante a manhã. Ele estava só e desarmardo. Ao ser abordado, porém, deu um nome falso. Mesmo assim, os policiais foram até a casa do suspeito.
"Eles conseguiram identificá-lo e viram que tinha um mandado aberto. Quando chegaram na casa, encontraram a tornozeleira quebrada. Fez isso para poder continuar cometendo os delitos sem ser identificado", afirmou o cabo Marcos Calixto, do 9º Batalhão da PM.
Cumprindo pena desde 2011 devido a duas condenações por porte ilegal de armas na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, o detento recebeu progressão de regime e foi liberado para prisão domiciliar com monitoramento eletrônico em março de 2017.
Porém no dia 5 de junho a Secretaria de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte (Sejuc) informou à Justiça que o preso havia violado o equipamento. Foi expedido um mandado ordenando que ele voltasse a cumprir pena no regime semi-aberto, indo dormir na cadeia todos os dias. Mas, como isso não ocorreu, um novo mandado de prisão foi expedido na última quinta-feira (22).

FONTE: G1

PARABÉNS MOZANIEL

Resultado de imagem para Mozaniel Melo

Com muita alegria neste dia, que parabenizamos o Engenheiro Civil e Ex-Prefeito de Guamaré, Mozaniel de Melo. Esta data, certamente, será lembrada por muitos amigos, parceiros e correligionários. O desejo deste blog é que Deus em sua Grandeza te proteja, que haja paz em seu lar, que a felicidade impere em sua trajetória, e que as mais ricas bençãos celestiais te sejam presentes de Deus.

Parabéns Mozaniel!


sábado, 24 de junho de 2017

ATOR FÁBIO ASSUNÇÃO É PRESO EM PERNAMBUCO


Resultado de imagem para fabio assunção preso

Logo após confusão com moradores da cidade Arcoverde em Pernambuco, o Ator Fábio Assunção foi preso. Aparentando estar bêbado e drogado, o ator brigava com populares pernambucanos, assim a polícia foi chamada. Ao chegar ao local, os militares tentaram acalmar o ator, porém ele estava totalmente descontrolado, assim desacatando e quebrando o para-brisa da viatura da polícia militar, assim os PM's não tiveram outra opção, e de pronto o conduziram à delegacia da cidade. Até o momento, não se sabe as providências que serão tomadas e qual será o destino do ator. 

Vejam os vídeos:









POLÍCIA FEDERAL FAZ VARREDURA NO STF

Resultado de imagem para Grampos telefonicos charge

A Polícia Federal fará varredura no STF. A pedido da presidente do STF, a Ministra Carmen Lúcia, a Polícia Federal fará minuciosa investigação em todo o Supremo. Gabinete a gabinete, sala por sala, tudo será investigado, pois depois de ações ilegais de grampos outrora, agora a corte procura isentar qualquer problema repetido no mesmo assunto.

As varreduras para detectar grampos ou outras ameaças ocorrem periodicamente no Supremo. Mas, essa inspeção, determinada pela presidente da Corte, será realizada após a divulgação de supostos grampos envolvendo o relator da Operação Lava Jato, Ministro Edson Fachin.

Indiretamente, essa hipótese de grampo, tem como fim desarticular os atos do Ministro Fachin. Espera-se que a PF vasculhe tudo, e se houver algo que seja dissipado, e que venham à mídia informar o que se tinha e quem pode estar envolvido. 

BRASIL: NÃO ME CONVIDARAM PRA ESTA FESTA POBRE, QUE OS HOMENS ARMARAM PRA ME CONVENCER

Imagem relacionada

Governo Temer chega a míseros 7% de aprovação. Depois de tantas acusações, tantos escândalos, tantas mudanças incoerentes, o presidente Michel Temer está acuado à uma rejeição sem precedente, mostrando-se bem mais grave do que o governo Collor.

Preocupado com tanto desprezo social, Temer busca desenfreadamente manter a sua governabilidade, mesmo pra que isso ocorra, ele precise usar das mais vis ações, e mais vituperosas alianças. Ontem, o PMDB do presidente, mostrou o quanto é corruptível e passivo à toda e qualquer prova circunstancial contra si ou seus aliados. Mostrou isso, quando de forma ridícula, o Presidente da Comissão de Ética do Senado, o Senador João Alberto Souza (PMDB-MA), arquivou sem recurso o processo de cassação de Aécio Neves. Eis ai o jogo sujo e imundo dos partidos que compõe a base aliada de Temer. Agora, responda cidadão brasileiro: ainda tem moral para se sustentar na presidência um homem como Temer? Será que as provas apresentadas contra Aécio são insuficientes, como afirmou João Souza? Chega a ser vergonhoso, não só no Brasil, mas no mundo todo.

Um presidente patético cria uma nação de "patetas". 

Cazuza em sua música "Brasil", ainda que escrita a 30 anos, se faz contemporânea à realidade vivida hoje o país. Segue a letra:

"Não me convidaram
Pra esta festa pobre
Que os homens armaram
Pra me convencer
A pagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada
Antes de eu nascer

Não me ofereceram
Nem um cigarro
Fiquei na porta
Estacionando os carros
Não me elegeram
Chefe de nada
O meu cartão de crédito
É uma navalha

Brasil!
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Não me convidaram
Pra essa festa pobre
Que os homens armaram
Pra me convencer
A pagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada
Antes de eu nascer

Não me sortearam
A garota do Fantástico
Não me subornaram
Será que é o meu fim?
Ver TV a cores
Na taba de um índio
Programada
Prá só dizer "sim, sim"

Brasil!
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Grande pátria
Desimportante
Em nenhum instante
Eu vou te trair
Não, não vou te trair

Brasil!
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Brasil!
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Confia em mim
Brasil!"  

BRASIL REAGE AOS EUA SOBRE EMBARGOS À CARNE

O governo brasileiro cogitou motivações econômicas por trás da suspensão das importações da carne in natura do país pelos Estados Unidos, argumentando que os problemas apontados em relação ao produto não trazem risco à saúde pública.
"Temos que acreditar que todos os parceiros comerciais do Brasil agem com lealdade, da mesma forma como país age. Mas não podemos descartar que haja motivações econômicas nesse processo", disse o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki, a jornalistas.
"Vamos levantar tudo isso", disse, ressaltando que o governo investigará os problemas citados pelo USDA, o Departamento de Agricultura dos EUA, para suspender os embarques na véspera.
Preliminarmente, Novacki disse que há indicações de que os abscessos encontrados na carne pelo USDA, um dos motivos da suspensão, são reação à vacinação do gado contra febre aftosa.
Durante a coletiva de imprensa, Novacki defendeu o sistema de inspeção federal, que classificou como robusto, e afirmou que o país não pode aceitar que questões econômicas eventualmente estejam por trás de tais medidas.
"Percebemos que existe um movimento nacionalista nos Estados Unidos. Esse foi o primeiro movimento concreto em relação à agricultura que nos coloca um alerta, uma luz amarela", disse, destacado que o Brasil foi pego de surpresa com a suspensão.
Ele disse também que, se for identificado que a suspensão é meramente comercial, vai discutir a questão em fóruns como a Organização Mundial do Comércio (OMC).
Novacki afirmou que o Ministério trabalha para reverter a suspensão o mais rápido possível, incluindo uma visita técnica aos EUA prevista para a primeira semana de julho, preparatória para uma viagem do ministro Blairo Maggi.
Mais cedo, Blairo afirmou em publicação em rede social que o Brasil "vai lutar pelo mercado" de carne bovina dos EUA, aberto apenas no ano passado após 17 anos de negociações, que em geral empacavam na questão da febre aftosa.
O Brasil, maior exportador global de carne bovina, é o único país livre de aftosa com vacinação que exporta aos EUA.
As exportações brasileiras aos norte-americanos ainda são relativamente pequenas dentro do total de 5,5 bilhões de dólares de 2016. As vendas aos EUA atingiram quase 50 milhões de dólares de janeiro a maio, mas o mercado é visto com o importante para conquistar países como Japão e Coreia do Sul.
Novacki disse ainda que os EUA são concorrentes do Brasil, que pode exportar 100 milhões de dólares ao país em 2017.
Segundo ele, a suspensão envolveu as 15 plantas habilitadas no país para exportação da carne in natura para os EUA, entre elas unidades da JBS (cinco), Minerva e Marfrig (quatro cada).
Marfrig e Minerva disseram que vão redirecionar embarques aos EUA a partir de unidades no Uruguai, durante a suspensão. A JBS, que tem boa parte das operações nos EUA, não se manifestou.
VACINAÇÃO
Novacki comentou que, embora os problemas apontados possam ser reação natural causada pela vacinação e não coloquem em risco a saúde pública, causam "aparência não muito conforme" no produto.
"Tudo indica que sejam problemas causados pela vacinação. Mas pode haver também problemas de manuseio, de operação. Vamos detectar quando tivermos a investigação concluída", disse ele, afirmando que haverá uma auditoria rígida para verificação da qualidade das vacinas contra aftosa.
Para representantes da indústria veterinária, é improvável que a vacina cause os abscessos, que poderiam ser decorrentes de agulhas rombudas (que perderam a ponta) ou mal esterelizadas, devido ao medicamento em si.
Em carta enviada ao governo brasileiro, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) apontou a necessidade de uma revisão abrangente do programa de inspeção de segurança alimentar do país após a identificação de violações na carne in natura, como abscessos e material estranho não identificado.
O secretário disse que esse material estranho pode ser osso.
A suspensão à carne brasileira veio após o USDA ter elevado em março os testes para a carne, como precaução após a operação Carne Fraca, que revelou um esquema ilegal de fornecimento de produtos alterados ou adulterados com a participação de empresários e fiscais do Ministério da Agricultura.

A medida norte-americana levanta preocupações, já que os critérios dos EUA costumam ser observados por outros importadores. Novacki disse que o Brasil tem respondido a questionamentos da União Europeia sobre o tema. O Canadá disse nesta sexta-feira que rejeitou 6 de 191 carregamentos de carne bovina do Brasil desde 10 de abril.

FONTE: REUTERS BR